quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Sobe para 21 o número de mortos devido a queda de avião em Taiwan



Sobe para 21 o número de mortos devido a queda de avião em Taiwan Reprodução/Reprodução
Em vídeo registrado na ponte Nanhu, há o registro do avião virando e colidindo a asa contra a estrada
Foto:
Reprodução / Reprodução
Pelo menos 21 pessoas morreram após a queda de um avião da TransAsia em Taiwan, conforme a CNN. O voo levava 53 passageiros e cinco tripulantes.

Mergulhadores chegam aos destroços do avião da AirAsia
Menina de sete anos sobrevive a queda de avião nos EUA

A
queda aconteceu pouco após após o avião sair do Aeroporto Taipei
Songshan. O voo ia em direção a ilha de Kinmen. Em vídeo registrado por
uma câmera de um carro na ponte Nanhu, há o registro do avião virando e
colidindo a asa contra a estrada, antes de cair no Rio Kellong. A
aeronave teria batido em um táxi e arrancado um poste na ponte.






Desaparecimento do voo MH370 é declarado oficialmente um acidente
Avião é atingido por tiro antes de pousar em Bagdá
Leia as últimas notícias de Zero Hora

O
acidente aconteceu às 11h no horário local (1h em Brasília). Os
sobreviventes, incluindo crianças, eram transportados em lanchas até a
margem do rio.

No início da manhã, a informação era de que 13 pessoas morreram no acidente. Depois, outras oito mortes foram confirmadas.


Foto: Sam Yeh, AFP

No
dia 23 de julho, uma aeronave da TransAsia caiu com 54 passageiros e
quatro tripulantes a bordo em uma ilha do arquipélago turístico de
Penghu, na área da costa ocidental de Taiwan. Apenas 10 pessoas
sobreviveram ao acidente, que aconteceu em uma região afetada pelo tufão
Matmo.

Sobe para 21 o número de mortos devido a queda de avião em Taiwan Aeronave transportava 53 passageiros e cinco tripulantes

Sobe para 21 o número de mortos devido a queda de avião em Taiwan Reprodução/Reprodução
Em vídeo registrado na ponte Nanhu, há o registro do avião virando e colidindo a asa contra a estrada Foto: Reprodução / Reprodução
Pelo menos 21 pessoas morreram após a queda de um avião da TransAsia em Taiwan, conforme a CNN. O voo levava 53 passageiros e cinco tripulantes.

Mergulhadores chegam aos destroços do avião da AirAsia
Menina de sete anos sobrevive a queda de avião nos EUA

A queda aconteceu pouco após após o avião sair do Aeroporto Taipei Songshan. O voo ia em direção a ilha de Kinmen. Em vídeo registrado por uma câmera de um carro na ponte Nanhu, há o registro do avião virando e colidindo a asa contra a estrada, antes de cair no Rio Kellong. A aeronave teria batido em um táxi e arrancado um poste na ponte.

Desaparecimento do voo MH370 é declarado oficialmente um acidente
Avião é atingido por tiro antes de pousar em Bagdá
Leia as últimas notícias de Zero Hora

O acidente aconteceu às 11h no horário local (1h em Brasília). Os sobreviventes, incluindo crianças, eram transportados em lanchas até a margem do rio.

No início da manhã, a informação era de que 13 pessoas morreram no acidente. Depois, outras oito mortes foram confirmadas.


Foto: Sam Yeh, AFP

No dia 23 de julho, uma aeronave da TransAsia caiu com 54 passageiros e quatro tripulantes a bordo em uma ilha do arquipélago turístico de Penghu, na área da costa ocidental de Taiwan. Apenas 10 pessoas sobreviveram ao acidente, que aconteceu em uma região afetada pelo tufão Matmo.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Acidente mata sete pessoas e deixa uma ferida em Santa Maria

Jovens e adolescente mortos eram amigos e moravam no mesmo bairro  Fernando Ramos/Agencia RBS
Rodovia foi totalmente bloqueada para o atendimento da ocorrência Foto: Fernando Ramos / Agencia RBS
Os cinco jovens e a adolescente que morreram em um acidente de trânsito, por volta das 23h desta terça-feira, no quilômetro 253 da BR-287, a dois quilômetros do campus da Ulbra, eram amigos e moravam em Santa Maria nos bairros Km 2 e Alto da Boa Vista. Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Santa Maria, um Monza com sete ocupantes – uma adolescente sobreviveu – e um Twingo colidiram de frente. Os policiais informaram que havia latas de cerveja e gelo no Monza, que ia no sentido Snata Maria-São Pedro do Sul
 
:: Acidente mata sete pessoas e deixa uma ferida em Santa Maria

Amigos, parentes e conhecidos das vítimas contam que os sete ocupantes do Monza eram amigos e parentes e iam para São Pedro do Sul. O motorista do Monza, João Paulo Pereira da Silva, 29 anos, estava acompanhado de sua mulher, Luciele Bittencourt Escobar, 29, e do sobrinho, Leandro Silva Dias, 19. No veículo também estavam os amigos do casal, Jessica Santos Bittencourt, 16, Lucas Silveira Marques, 20, que é tio de Luan Patrick Farias, 19, que também estava no carro. A outra ocupante do Monza é a única sobrevivente: Ariele Netania Padilha da Cruz, 16, que está internada na sala de recuperação do bloco cirúrgico do Hospital Universitário de Santa Maria (Husm).

Casal esperava o terceiro filho


Luciele e João Paulo eram moradores do Alto da Boa Vista e tinham um casal de filhos, de 9 e 2 anos. Luciele estava grávida de quatro meses do terceiro filhodo casal. João Paulo tinha outro filho, de 12 anos, com outra pessoa. Ele seria dono de uma casa de festas em São Pedro do Sul e trabalhava como taxista executivo. No entanto, conforme a PRF, João Paulo não tinha carteira de habilitação.

– Era um irmão sempre presente e muito conselheiro. Ficamos sabendo pouco mais de 11h da noite. Nos falaram o que tinha acontecido, mas na hora não imaginamos que eles tinham morrido. Entramos na internet e vimos tudo – lembra Eliziane Pereira da Silva Santos, 31, irmã de João Paulo.

– O João Paulo era um cara sereno e se dava bem com todas as pessoas aqui da comunidade – contou o amigo, Isac Rodrigues, 18 anos.

Adolescente adorava festas



Jessica era amiga de Luciele e ambas frequentavam a Igreja Pentecostal Jesus Cristo Salvador, que fica na Vila Pôr-do-Sol, onde irá ocorrer o velório de João Paulo, Luciele e Leandro. Jéssica seria velada nas capelas do Hospital de Caridade. Ainda não há informações sobre os horários.
– A Jéssica era uma grande companheira e alegrava a todos a sua volta. Ela e minha filha se criaram juntas e eu cheguei a amamentá-la quando pequena – relatou a aposentada Lindamara Gabbe, 42 anos.

Na página do Facebook de Jessica, há muitas mensagens de amigos se despedindo da garota. Conhecidos contam que ela adorava festas.

Tio e sobrinho estavam no carro




Conforme o tio de Luan, Elizandro da Silva Farias, 39 anos, ele conversou com o sobrinho horas antes do acidente pelo Facebook:
– Falei por Facebook com ele. Estava feliz porque tinha arrumado um emprego como servente. Era um guri feliz e estava sempre brincando – relata o tio.
Luan morava com a avó no bairro Km 2. Segundo o tio, a avó contou a ele que o menino estava indo dormir quando recebeu um telefonema o convidando para dar uma volta. O convite teria partido de João Paulo, que é amigo de Luan e de seu tio, Lucas.

Sétima vítima era soldador em indústria de Santa Maria


A sétima vítima fatal do acidente é o motorista do Twingo, identificado como Pierry André de Oliveira, 41 anos. Ele foi socorrido ao Universitário de Santa Maria (Husm), mas morreu pouco antes das 2h.

Oliveira trabalhava desde maio de 2006 na empresa Thor Máquinas e Montagens, em Santa Maria. Ele era natural de São Pedro do Sul, casado e tinha dois filhos, de 21 e 10 anos. A vítima e a mulher trabalhavam em Santa Maria, ele na Thor e ela no Hospital São Francisco, onde é enfermeira.

Conforme um amigo íntimo de Oliveira, ele e a mulher vinham todos os dias juntos para Santa Maria.

– Ele era um irmão pra mim. Éramos compadres e nos conhecíamos há 18 anos – contou Jorge Pinheiro, amigo de Oliveira.

– Era uma pessoa super tranquila e um dos melhores soldadores daqui – conta uma funcionária da Thor e colega de Oliveira.
O velório de Oliveira será nas capelas do Hospital de São Pedro do Sul ainda sem horário determinado.

Homem escapa da morte

O cunhado de João Paulo escapou da morte. Na noite do acidente, ele iria junto com o grupo que estava no Monza para São Pedro do Sul, visitar sua filha que mora no local.

– Ele (João Paulo) me contou que iapara lá (São Pedro do Sul) e pedi uma carona. Fui para casa me arrumar, mas quando voltei na casa dele já tinham saído – relata o cunhado do motorista do Monza, João Lencina da Costa.

* As imagens são reproduções do Facebook

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Chuva de sexta-feira deixa moradores sem luz e ruas alagadas em Santa Maria De acordo com dados da Estação do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), choveu 15,2mm na cidade

Moradores das ruas Macapá e Avenida Brasil, no bairro Parque Pinheiro Machado, também registraram a falta de energia elétrica. De acordo com eles, os fios de alta tensão da Avenida Brasil arrebentaram e desde às 16h desta sexta-feira estão sem luz.
De acordo com a assessoria de imprensa da AES Sul, há equipes trabalhando nos consertos da rede nos locais, e a previsão é de que a energia seja normalizada ainda neste sábado.

A chuva foi o suficiente para a Rua Maranhão, também no bairro Parque Pinheiro Machado, ficar alagada novamente. Na quinta-feira, moradores da região realizaram um protesto para pedir uma solução para o problema. Conforme um dos moradores, Leandro Marques de Souza, em cinco minutos a água já cobria as calçadas.
Desta vez, até um peixe apareceu no meio do alagamento. Ele foi "resgatado" pelos moradores e virou o mascote da população.


Foto: Leandro Marques de Souza/Arquivo Pessoal
_ Não é a primeira vez que os peixes aparecem aqui. Não tem rio por perto, a gente não sabe de onde que ele surgem. A gente colocou as fotos dele nas redes sociais e estamos escolhendo um nome para ele. Desse jeito nós vamos ter que trocar o nome do bairro para Balneário Pinheiro Machado_ comenta Souza.

:: 107,5 mil clientes seguem sem luz no Rio Grande do Sul
Nesta segunda-feira, o grupo pretende realizar um novo protesto. Além dos problemas relacionados com a chuva, os acidentes de trânsito também são frequentes na esquina das duas ruas. Na manhã deste sábado, um carro e uma motocicleta colidiram no local, por volta das 10h30min. De acordo com a Brigada Militar, a ocorrência não registrou feridos com gravidade.
_ Nós queremos que seja instalada uma sinaleira no local. Graças a Deus este acidente não foi grave, mas não podemos ficar esperando_ relata Souza.

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Alagamentos em dias de chuva e problemas no trânsito motivam protestos Cerca de 70 pessoas trancaram o trânsito na esquina das ruas Maranhão e Rio Branco

Alagamentos em dias de chuva e problemas no trânsito motivam protestos Ronald Mendes/RBS
Foto: Ronald Mendes / RBS
Cansados de ver a rua alagar toda vez que chove forte, os moradores do bairro Parque Pinheiro Machado protestaram para pedir uma solução para o problema. Segundo a comunidade do local as ruas Maranhão e Rio Branco ficam tomadas pela água em dias de temporal. A água invade casas e estabelecimentos comerciais. Por conta dos frequentes alagamentos, há moradores que criaram um grupo no Facebook chamado "Balneário Parque Pinheiro".
No grupo o protesto foi organizado. Cerca de 70 pessoas se reuniram, por volta das 18h desta quinta-feira, na esquina das duas ruas. Os moradores confeccionaram peixes  artificiais e organizaram uma "pescaria no balneário", ao estilo das festas juninas. 
_ É horrível o que acontece por aqui quando chove. Alaga a rua, entra água na casa das pessoas, no posto a água quase chega até a conveniência. Tem fotos de gente de boia na rua, queremos uma solução _ explica o autônomo Leandro Marques de Souza, 38 anos, um dos moradores da região.
O secretário municipal de Infraestrutura, Obras e Serviços, Tubias Calil, explica que a água acumulada no local é de toda região Oeste da cidade. Segundo o secretário o problema é de uma galeria próxima, que fica na BR-287, que não dá conta da vazão de toda água que chega nas duas ruas. Calil lembra que o problema é antigo e já tem cerca de 20 anos.
O supervisor do Departamento Nacional de Infraestrutura (Dnit) em Santa Maria, João Carlos Tonetto, explica que as obras da travessia urbana, que iniciaram na segunda-feira, vão resolver o problema:
_ Está previsto nas obras da travessia urbana a troca daquela galeria por uma maior, para terminar com este problema para sempre.
Acidentes também são problema
Conforme os moradores, o protesto também é para pedir melhorias no trânsito da esquina das ruas Maranhão e Rio Branco.
_ Já morreu um senhor atropelado, sempre deu bastante acidente. Tem carros e principalmente motos que passam voando por ali  _ explica Souza.
O secretário municipal de Mobilidade Urbana, Miguel Passini, conta que recentemente foram instalados tachões e novas placas de sinalização em todo o bairro, inclusive na esquina.
_ Estamos aguardando o resultado de um estudo para ver se a esquina comporta uma sinaleira _ esclarece Passini.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Dnit confirma que obras na travessia urbana começam nesta segunda-feira Trabalhos serão iniciados na região oeste de Santa Maria, próximo à Ulbra



Dnit confirma que obras na travessia urbana começam nesta segunda-feira Fernando Ramos/Agencia RBS

Foto:
Fernando Ramos / Agencia RBS
As obras de duplicação das BRs 287 e 158, em Santa Maria,
devem começar nesta segunda-feira. O Departamento Nacional de
Infraestrutura de Transportes confirmou a informação nesta manhã. Os
trabalhos devem começar no ponto mais a oeste da chamada travessia urbana, próximo à Ulbra.


:: Obras da travessia urbana podem começar nesta semana


:: Fepam emite licença de instalação para travessia urbana


No total, serão duplicados 14,1 quilômetros, que vão até o trevo do
Castelinho, no entroncamento da BR-158 com a ERS-509. Na extremidade
leste da rodovia, as construtoras contratadas também já podem dar início
aos trabalhos, mas, nesta segunda-feira, não confirmaram quando isso
vai ocorrer.

A Fundação Estadual de
Proteção Ambiental (Fepam) emitiu a licença de instalação, que permite o
início da obra, na sexta-feira à tarde. Conforme o Dnit, as primeiras
intervenções no terreno próximo à Ulbra serão a retirada de plantas,
drenagem do solo e terraplanagem.






segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Novas regras para tirar carteira de habilitação entram em vigor

Brasília - As novas regras para tirar carteira de habilitação entram em vigor hoje (1º) em todo o país. A partir de agora, os candidatos a motorista terão que fazer 45 horas/aula de curso teórico e não mais 30, como era antes.
As aulas de direção defensiva, por exemplo, passam de oito para 16 horas, e a de legislação de trânsito, de 12 para 18 horas. O curso de direção veicular também será estendido, passando a ter 20 horas/aula �"antes eram 15.
De acordo com nota divulgada pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), as novas regras têm o objetivo de melhorar a formação dos condutores e, conseqüentemente reduzir os acidentes. Por isso, continuarão a ser abordadas no curso teórico questões sobre direção em situações de risco, equipamentos de segurança do motociclista e mudanças no comportamento do motorista após consumo de álcool e outras substâncias psicoativas.
Entre as novidades está a permissão para que motociclistas passem a fazer aulas práticas em vias públicas, desde que eles recebam as instruções antes em circuito fechado.
Com o aumento da quantidade de aulas, os cursos também devem ficar mais caros. A expectativa do Sindicato das Auto e Moto Escolas do Estado de São Paulo é que a carteira de habilitação fique de 20% a 30% mais cara.
Mas esse não foi o único motivo que fez com que candidatos a motoristas e motociclistas se apressassem para tirar a carteira antes das novas regras. O carteiro Aldemir Pinheiro da Silva disse que teve receio de enfrentar o trânsito para fazer as aulas práticas."Eu me sinto inseguro de pegar a moto e sair no trânsito enquanto estou aprendendo. Fora do circuito fechado fica difícil de o instrutor passar as orientações", avaliou. Ele acrescenta que, se pudesse optar," não iria querer fazer aulas no trânsito ".
As novas regras dividem opiniões dos instrutores de auto-escolas. Em Brasília, alguns instrutores de motos nem sabiam que as novas regras incluem aulas em vias públicas. Para Carlos Corrêa, que tem permissão para guiar motocicleta há dez anos e dá aulas de direção há cinco, o ensino no trânsito pode ser arriscado para alunos e instrutores."No trânsito as pessoas não respeito nem os carros de auto-escola, imagine as motos de aprendizes. Um instrutor ir na garupa de um aluno ensinando pode ser muito arriscado", acredita Corrêa.
Já o instrutor Nivaldo José Gonçalves, que atualmente ensina motoristas candidatos a carteira do tipo B (carro), mas já deu aula para os candidatos à habilitação do tipo A (moto), a nova resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) é boa."Antes ficava muito restrito, o aluno sequer passava a segunda marcha. O que ele fazia na aula de moto não era correspondente ao que ele ia viver no trânsito", avalia o instrutor. Veja no quadro abaixo as principais mudanças que entram em vigor hoje para quem vai tirar a carteira de habilitação:
Como eraComo fica
Curso teórico total - 30 horas/aulaCurso teórico total - 45 horas/aula
Legislação de trânsito - 12 horas/aulaLegislação de trânsito - 18 horas/aula
Direção defensiva - oito horas/aulaDireção defensiva - 16 horas/aula 
Curso prático - 15 horas/aulaCurso prático - 20 horas/aula 
Motociclistas só treinavam em circuto fechadoMotociclistas fazem aulas no trânsito, após instruções em circuito fechado
Fonte: Departamento Nacional de Trânsito (Denatran)

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

'Bola de fogo' filmada no céu da Rússia causa sensação na internet Moradores da cidade de Riej viram forte clarão no céu. Fenômeno aconteceu no dia 14 de novembro.

Um misterioso clarão filmado nos céus da região russa dos Urais se tornou viral nesta quinta-feira (20) na internet, e está causando sensação entre quem acredita em Ovnis e descrentes que falam de se tratar apenas de um meteorito.
Moradores da cidade de Riej, a 1.500 km de Moscou, viram na sexta-feira (14) passada uma luz violeta cruzando o céu em plena noite, até que o fenômeno ficou incandescente como se fosse uma explosão. Veja um vídeo do fenômeno.
"Parece uma explosão nuclear", comentou um dos apresentadores do canal de notícias Rossya 24.
Segundo um site de notícias local, o E1, o fenômeno foi registrado perto de uma base militar onde são destruídas armas em desuso, o que explicaria a origem do rastro luminoso. Mas as autoridades locais negaram qualquer tipo de incidente.
Em fevereiro de 2013, uma chuva de meteoritos atingiu a cidade de Cheliabinsk, 300 km ao sul de Riej.

Objeto voador assusta moradores de Santa Maria Muitos acreditaram ter visto um Objeto Voador Não Identificado

Objeto voador assusta moradores de Santa Maria reprodução/Reprodução
Um avião não tripulado assustou muitos moradores de Santa Maria durante a madrugada desta quinta-feira. O brilho e formato diferente da aeronave fizeram com que muitos acreditassem que se tratava de um Objeto Voador Não Identificado (Ovni).  O objeto foi visto nos bairros Camobi, Cerrito e Tancredo Neves.
_ Nessa madrugada vi um objeto muito estranho no céu, que ficou mais de quatro horas voando sem parar, e não aparentava ser um avião, questionou o morador da Nova Santa Marta, Neridion, por meio do WhattsApp do Diário.

Mas a aeronave tem, sim, nome e sobrenome. Trata-se de um Hermes 900, uma aeronave não tripulada que pertence à Base Aérea de Santa Maria (Basm).
Segundo o tenente-coronel aviador Ramiro Kirsch Pinheiro, entre os voos previstos para a noite de quarta-feira, o Hermes seria a única aeronave que poderia ter chamado a atenção da população devido ao formato e ao barulho reduzido do motor. Segundo o tenente-coronel, eles realizam treinamentos de rotina e sobrevoam a cidade desde o início desta semana.

O Veículo Aéreo Não Tripulado (Vant) é uma aeronave não tripulada que opera com comunicação via satélite. A Basm possui os modelos RQ-450 Hermes e Hermes 900. O último, adquirido pela Força Aérea Brasileira (FAB), foi usado para o monitoramento eletrônico das fronteiras durante a Copa do Mundo. O aparelho é operado pelo Esquadrão Hórus (1º/12º GAV), sediado em Santa Maria. Os Vants são equipados com câmeras e servem para monitoramento.


Foto do modelo Hermes 900 que sobrevoou Santa Maria. (FAB/ Divulgação)

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

FOTOS DA PONTE QUE CAIU BR-287 NA REGIAO CENTRAL

FOTOS DA PONTE QUE CAIU BR-287 NA REGIAO CENTRAL DO RIO GRANDE DO SUL











O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) está distribuindo cartas para empresas solicitando orçamento para a reconstrução da ponte da BR-287, entre São Pedro do Sul e Mata, que cedeu na segunda-feira e caiu nesta quinta.

:: Ponte cede e bloqueia trânsito na BR-287, entre São Pedro do Sul e Mata:: Balsa e BR-158 são alternativas para ponte interditada na BR-287
:: Confira no mapa as condições das rodovias do desvio 
A medida emergencial tem o objetivo de evitar a burocracia de uma licitação comum e agilizar o início da obra.
Conforme João Carlos Tonetto, supervisor do Dnit em Santa Maria, as empresas terão três dias úteis para apresentarem suas propostas com orçamentos.
Levando-se em consideração esse prazo, na semana que vem, as respostas das empreiteiras já devem ter retornado ao departamento, que vai analisar os preços e encaminhar a ordem de serviço. Além de construir a nova ponte, a empresa escolhida ficará responsável pela demolição do que sobrou da estrutura antiga. O período para a execução do trabalho é de seis meses.Ainda conforme o Dnit, a nova ponte deverá ter 7 metros de largura pista, 3 metros de largura de acostamento e um passeio público, além de um guarda-rodas (uma espécie de mureta que separa os carros do espaço destinado a pedestres). No total, a estrutura terá 90 metros de comprimento e será maior que a anterior para que o encaixe da ponte com a pista fique mais adequado.
Além disso, o Dnit está providenciando uma tubulação de bueiro para auxiliar as nove prefeituras da região que estão fazendo um novo desvio, ao lado de uma propriedade rural, perto da ponte sobre o Rio Toropi, que fica a dois quilômetros de distância da ponte que caiu.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Cai a ponte da BR-287 que estava interditada Conforme o Dnit, a queda não afetará o cronograma das obras do desvio e da nova ponte

Cai a ponte da BR-287 que estava interditada Claudio Vaz/Agência RBS
Foto: Claudio Vaz / Agência RBS
A ponte sobre a várzea do Rio Toropi, na BR-287, caiu por volta das 14h30min desta quinta-feira. A estrutura estava interditada desde a segunda-feira, quando cedeu e apresentou problemas nas estacas e pilares de sustentação.

:: Ponte cede e bloqueia trânsito na BR-287, entre São Pedro do Sul e Mata:: Balsa e BR-158 são alternativas para ponte interditada na BR-287
:: Confira no mapa as condições das rodovias do desvio 

A chuva que cai desde a madrugada na Região Central pode ter contribuído para a queda. Os pilares de sustentação estavam cedendo a cada dia, e o Dnit já havia alertado que havia grande risco de a ponte desabar.
_ A queda da ponte não afeta em nada o cronograma das obras porque ela teria de ser derrubada para poder ser demolida - afirmou o supervisor do Dnit em Santa Maria, João Carlos Tonetto.

Conforme o Dnit, os escombros da ponte que caiu serão retirados pela mesma empresa que construirá a nova. A escolha da empresa depende da aprovação de um regime especial, que dispensa a licitação tradicional em casos emergenciais. Um engenheiro do órgão estava no local na hora da queda e registrou o momento.

Mesmo com a queda da ponte, o desvio que será feito ao lado dela continua sendo erguido. Neste momento, uma equipe do Dnit está no local colocando as pedras que servirão de base para o desvio, localizado a cerca de 300 metros da ponte caída.
Ônibus atolou a caminho da balsa
Um ônibus da Expresso São Pedro atolou na estrada de chão que leva até a balsa, na localidade de Vila Clara, entre São Pedro do Sul e Mata. Hoje à tarde não há filas para cruzar a balsa no local.

Cai a ponte da BR-287 que estava interditada

Cai a ponte da BR-287 que estava interditada Lennon Martins/Arquivo Pessoal
Foto: Lennon Martins / Arquivo Pessoal
A ponte sobre a várzea do Rio Toropi, na BR-287, caiu no começo da tarde desta quinta-feira. A estrutura estava interditada desde a segunda-feira, quando cedeu e apresentou problemas nas estadas e pilares de sustentação.

:: Ponte cede e bloqueia trânsito na BR-287, entre São Pedro do Sul e Mata:: Balsa e BR-158 são alternativas para ponte interditada na BR-287
:: Ponte sobre a várzea do Rio Toropi terá de ser demolida
:: Confira no mapa as condições das rodovias do desvio 

A chuva que cai desde a madrugada na Região Central pode ter contribuído para a queda. Os pilares de sustentação estavam cedendo a cada dia, e o Dnit já havia alertado que havia grande risco de a ponte desabar.
_ A queda da ponte não afeta em nada o cronograma das obras porque ela teria de ser derrubada para poder ser demolida - afirmou o supervisor do Dnit em Santa Maria, João Carlos Tonetto.

Apesar do aviso ter se espalhado rapidamente pelas redes sociais e ter sido publicado em um monte site e blogs, a história é falsa!

Ao analisar a tal notícia, podemos verificar algumas características que indicam um hoax, como o apelo à autoridade. O autor do boato cita a NASA justamente para conseguir dar mais credibilidade ao assunto.
Uma busca no site da Agência Espacial dos Estados Unidos sobre esse alerta e não encontramos nada. Além disso, não encontramos nenhuma fonte que confirme o fenômeno!
O texto também apresenta várias inconsistências como, por exemplo, a duração da escuridão. Em certo trecho da “notícia” o autor diz que a tempestade solar irá “apagar” a Terra durante 6 dias e, logo a seguir, afirma que serão 216 horas (que daria 9 dias, na verdade). Mais ao fim do alerta, o autor muda novamente o período, dizendo que a duração da suposta escuridão seria de apenas 3 dias.
Outro fato que denuncia a farsa é que tempestades solares são frequentes mas, ao contrário do que o texto afirma, não levantam poeira na atmosfera.

Origens

Todo esse boato começou com uma publicação no blog humorístico de língua inglesa Huzlers. No rodapé do Huzlers há um aviso que diz:

NASA CONFIRMA 6 DIAS DE ESCURIDÃO COMPLETA – Como vai ser a sua vida

Citado: “NASA confirmou que a Terra experimentará 6 dias de escuridão quase completa e vai acontecer entre 16 a 22 de Dezembro. O mundo continuará, durante estes três dias, sem luz solar, devido a uma tempestade, que fará com que poeira e detritos espaciais tornarem-se abundantes ao ponto de bloquear 90% da luz solar.
O chefe da NASA, Charles Bolden, que fez o anúncio, pediu a todos que mantenham a calma. Este será o produto de uma tempestade solar, a maior dos últimos 250 anos, por um período total de 216 horas.
Apesar dos seis dias de escuridão que virão em breve, os funcionários dizem que a Terra não vai sofrer grandes probemas, uma vez que seis dias de escuridão estão longe de ser o suficiente para causar grandes danos a qualquer coisa.”
Fonte: mm0 noticias

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Veja como será o trajeto de ônibus rápido em Santa Maria 43 km ligarão as zonas leste e oeste da cidade

Veja como será o trajeto de ônibus rápido em Santa Maria Prefeitura de Santa Maria/Divulgação
Foto: Prefeitura de Santa Maria / Divulgação
O Diário Oficial da União desta quinta-feira publicou uma boa notícia para Santa Maria. O Ministério das Cidades aprovou o projeto enviado pela prefeitura em julho pedindo dinheiro para construir um corredor de ônibus rápido no formato Bus Rapid Transit (BRT) na cidade.

O corredor terá 43,2 quilômetros de extensão, de ida e volta, do bairro Tancredo Neves até o campus da UFSM. Ele será percorrido por ônibus grandes, modernos e rápidos, que farão a ligação entre as duas extremidades da cidade em até 65 minutos. No fim da tarde desta quinta-feira, o prefeito Cezar Schirmer, o secretário de Estado de Planejamento, João Motta, e o Ministro das Cidades, Gilberto Occhi, assinaram a portaria que autoriza a liberação dos R$ 220 milhões para a cidade.

O BRT passará a ser o eixo de todo o transporte coletivo em Santa Maria, que se completa com algumas linhas de ônibus troncais no sentido norte-sul e os veículos que circularão dentro dos bairros, levando e trazendo os usuários das estações do BRT, pelas chamadas linhas coletoras.

A grande vantagem do BRT é que ele faz parte de uma estrutura que não sofre toda a interferência do trânsito. Para isso, haverá obras de adaptação das vias, como a construção de um viaduto no trevo das Dores, e a implantação de um sistema informatizado de sincronização das sinaleiras para dar a preferência aos BRTs.

_ O sistema vai dotar Santa Maria de um transporte público moderno, ágil, eficiente que vai ligar a cidade de um extremo ao outro _ comemorou o prefeito Cezar Schirmer (PMDB).

A fonte dos recursos é o Orçamento Geral da União (OGU) a fundo perdido, ou seja, o município não pagará nada à União. No fim de julho, o Ministério das Cidades sinalizou que haveria recursos para obras de mobilidade urbana, dentro do PAC 2, e o Instituto de Planejamento de Santa Maria (Iplan) enviou dois projetos para aprovação. Na quinta-feira foi dado o sim aos projetos.

A partir de agora, a prefeitura ajustará um cronograma para o repasse da verba por meio da Caixa Econômica Federal. Assim que o dinheiro estiver na conta, poderá encaminhar a abertura da licitação para o investimento, que inclui: as obras necessárias para receber o corredor de ônibus, a compra dos veículos, que serão de posse do Executivo, e a informatização dos semáforos e da sinalização. A previsão é que tudo fique pronto até 2016, porém, como as duas rodovias por onde passará a linha do BRT estão sendo ou serão duplicadas, é possível que isso provoque atrasos.




CORREDOR DE ÔNIBUS- Será estruturado um corredor de ônibus entre o Distrito Industrial (na BR-287) e o campus da UFSM em Camobi
- Em alguns trechos, o corredor será exclusivo para os BRTs, em outros, os veículos terão a preferência
- Será construído um viaduto no trevo da Avenida das Dores, no acesso ao Fórum
- O sistema de sinalização e semáforos será informatizado, para haver uma sincronia que dê preferência aos BRTs
- Ao longo dos 43,2km da linha, haverá 20 estações, com distância mínima de 600 a 700 metros entre uma e outra
- O terminal central ficará na Avenida Medianeira, próximo à esquina com a Rua do Acampamento. Haverá outros terminais grandes no Distrito Industrial e na UFSM
- A estimativa é que os ônibus levem até 65 minutos para percorrer toda a linha

ÔNIBUS- A prefeitura vai comprar 18 veículos, com capacidade de até 120 lugares
- Os veículos serão híbridos, podendo funcionar a eletricidade ou a óleo diesel
- O consórcio ou empresa que estiver administrando o transporte coletivo na cidade apenas usará os veículos
- O objetivo é que os ônibus consigam manter a velocidade média de 40km/h (hoje, devido ao trânsito e às paradas muito próximas, a velocidade média dos ônibus é 25km/h)

TRANSPORTE COLETIVO- A mesma empresa ou consórcio que ganhar a licitação do transporte coletivo da cidade explorará o serviço dos BRT
- Para isso, a prefeitura pretende estruturar o sistema de operação do BRT e inseri-lo na licitação do transporte coletivo, prevista para ser feita ainda neste ano
- Até que o sistema esteja pronto, ônibus farão o papel dos BRTs nesse eixo central do transporte
- O plano de mobilidade urbana prevê que o transporte coletivo tenha como eixo central o BRT, concentrando entre 80% e 90% dos usuários, outras linhas troncais ligando o Centro a bairros não contemplados, e que o eixo e as linhas troncais sejam abastecidos pelos coletores (ônibus menores que circulam apenas dentro dos bairros).Isso deve provocar mudanças em boa parte das linhas de ônibus atuais
- O intervalo entre um BRT e outro deverá ficar entre 5 e 10 minutos, conforme o movimento. Já os ônibus de bairro poderão ter intervalos maiores

A PARTIR DE AGORA- Primeiramente, a prefeitura deve formalizar a assinatura do contrato com a Caixa Federal. Depois disso, a prefeitura deve começar a trabalhar nos processos de licitação, que devem ser bem complexos

domingo, 16 de março de 2014

Internet: compartilhar sinal com vizinhos pode acarretar multa de até R$ 8 mil .


O órgão afirmou que o sinal não pode passar do perímetro da casa ou apartamento, e que a comercialização desse sinal também não é permitida.
Segundo o G1, a divisão de internet entre residências só é permitida em alguns casos, como em casas dentro do mesmo lote, por exemplo, sobrados ou casa dos fundos que está vinculada com a residência da frente. Mas o compartilhamento entre apartamentos e vizinhos de muro é ilegal.
A questão dos riscos de compartilhamento de internet vão muito além da multa. Se um computador que compartilha o sinal for infectado por um vírus, ele poderá espalhar o malware para as outras máquinas da vizinhança. E se uma das pessoas que compartilham a internet estiver envolvida em casos de fraudes virtuais, o assinante do plano debanda larga é quem será investigado e responsabilizado pelo crime.
O órgão regulador só investiga a prática ilegal mediante denúncia, seja de um vizinho que se sentiu lesado ou da própria provedora de internet.